A Iluminação e o Ser humano

A partir da descoberta do fogo, o homem buscou uma forma de tornar aquilo que era escuro, mais claro. Até que Thomas Edson inventou a lâmpada elétrica e a iluminação natural se tornou algo distante da humanidade, tornando a vida muito mais fácil a partir do momento em que o sol se põe e dá lugar à lua.

Estamos acostumados a viver sob a luz artificial e temos a comodidade de escolher exatamente a intensidade, cores e formatos da iluminação e, se for pensar em termos técnicos e até mesmo de saúde, isso é um avanço e tanto para a humanidade. Mas, pensamos que as lâmpadas e objetos de iluminação não passam disso, iluminadores. É aí que nos enganamos, pois a luz consegue interferir diretamente em nosso comportamento.

O fato de sermos “manipulados” pela iluminação modifica o nosso humor e intensifica ações que podemos tomar, sejam elas boas ou ruins. Por esse motivo, é importante escolher com carinho e atenção toda a iluminação da sua casa, escritório ou empresa.

No que a iluminação interfere?

destaque-iluminacao-e-o-ser-humano-blog-eurolume

Alison Jing Xu é o nome de uma professora assistente de gestão da Universidade Tecnológica de Santa Catarina que resolveu fazer um experimento envolvendo a iluminação. A estudiosa reuniu uma série de pessoas e pediu que elas realizassem algumas tarefas.

Nessas tarefas, os pesquisados precisavam avaliar uma série de coisas em iluminações diferentes – claridade e escuridão. A professora constatou que os seres humanos têm as sensações e sentimentos muito mais fortes em um ambiente com maior iluminação. Um suco, por exemplo, se tornou muito melhor quando tomado num local claro, enquanto um personagem fictício pareceu menos ameaçador em um ambiente com pouca iluminação.

Sendo assim, a pesquisa da professora constatou que a iluminação alta gera sentimentos fortes e prejudicam o pensamento, enquanto a iluminação baixa melhora a capacidade de tomar decisões difíceis por diminuir a interferência das sensações no pensamento. Uma das experiências pelas quais muitas pessoas passam é o número de pensamentos que entram em nossa mente quando apagamos as luzes e nos preparamos para dormir. As famosas “reflexões sobre a vida”.

iluminacao-e-o-serhumano-blog-eurolume

Em um outro estudo que analisa a luminosidade no corpo humano, feito por Cláudia Rioja de Aragão Vargas, no artigo “Os impactos da iluminação: visão, cognição e comportamento”, demonstra que a maneira como um indivíduo se sente dentro de um espaço está diretamente ligado à luz desse local. Além disso, a iluminação, assim como o calor que as lâmpadas emitem, interferem nos estímulos sensoriais do nosso corpo (sentidos físicos que ocasionam sensações, como a visão e o tato).

Isso acaba desencadeando uma série de pensamentos, sentimentos e ideias na pessoa, podendo gerar repulsa por um espaço ou mesmo uma certa “paixão” pelo lugar. Estratégias de iluminação são geralmente usadas em locais como redes de restaurante e fast foods, por exemplo. Restaurantes de buffet livre usam uma luz um pouco mais baixa, pensando na sensação de tranquilidade e harmonia. Já as redes de fast food utilizam uma iluminação bastante alta, remetendo a velocidade e agilidade.

O que isso tem a ver com a luz que coloco em casa?

tipo-de-iluminacao-blog-eurolume

Esses estudos são feitos com base nas relações e saúde humanas e a forma com que você ilumina seus espaços pode interferir diretamente na sua produção, sensações em momentos de lazer e tomada de decisões. É muito legal saber dessas informações para poder iluminar todos os locais pelos quais você frequenta de acordo com a sua necessidade.

Em um escritório, por exemplo, é recomendável que a iluminação não seja muito alta. Isso diminui o nível de sentimentos fortes, fazendo com que a probabilidade de algo de fora afetar você em seu trabalho diminua. Além disso, o espaço fica muito mais agradável para a produção que, unido com a mente tranquila, acarreta numa gama de produção maior e melhor.

pendente-retro-blog-eurolume

A iluminação de áreas de lazer, como a sala da sua casa e locais, por exemplo, pode ser alta, pois ali você provavelmente passará por momentos bons com a família, algo que pode exigir um sentimento mais forte e profundo. Nessas ocasiões, a experiência de ter uma luz mais forte pode ser muito boa, pois são momentos que ficarão guardados em sua memória como situações positivas, gerando maior bem-estar.

Nos quartos, a recomendação é que a iluminação seja mais baixa, pois o momento do descanso exige maior tranquilidade. Além disso, segundo os dois estudos citados no artigo, auxilia na tomada de decisão e pensamentos mais corretos e concretos, pois não possui muita interferência dos sentimentos exagerados nesses momentos. Por isso, uma iluminação fraca possibilita uma noite tranquila de sono e decisões para a resolução de problemas que possivelmente estão segurando seu sono.

O gosto individual é o que mais importa

arandela-estilo-industrial-blog-eurolume

É claro que esses estudos foram feitos com uma parcela pequena de pessoas se comparada a toda a população da terra, mas servem de base para exemplificar informações coletadas através de descobertas teóricas. Porém, nenhum ser humano é igual ao outro e não adianta de nada optar por uma luz fraca para o quarto, por exemplo, sendo que individualmente você se sinta melhor com uma luz forte.

Sendo assim, é totalmente compreensível que uma pessoa escolha as lâmpadas corretas para ela sem se basear nesses grandes estudos realizados em iluminação. Porém, é válido saber o que as teses, hipóteses, teorias e constatações mostram, idealizando um maior bem-estar para a humanidade.

Por esse motivo, recomendamos que você instale um dimmer nos seus espaços íntimos, assim você pode ter o controle da intensidade de iluminação da sua casa, escritório, quarto, entre outros, e deixar qualquer local da forma que mais o agrada naquele momento. Nesse caso, é possível mesclar os estudos de bem-estar com a iluminação junto ao seu gosto pessoal, gerando a certeza de dias mais tranquilos e cheios de histórias para contar.

a-luz-e-o-ser-humano-blog-eurolume

Esperamos que esse conteúdo tenha mostrado algumas curiosidades interessantes sobre iluminação para você, e ajudado na escolha do melhor formato de luz para os seus espaços. Desejamos que a sua casa possua uma maior beleza, aconchego e principalmente forneça bem-estar para você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s